E vou caminhando, conforme a minha busca…

Quando saí do Brasil para começar essa jornada de pós graduação em cozinha, por assim dizer, planejava estar de volta na terrinha em setembro de 2010.

O esquema era simples: começava em janeiro no Arzak, ficava por lá até começar a temporada no elBulli, em junho. Consequentemente, ficaria de junho a setembro no elBulli, significando meia temporada, já que o elBulli funciona (normalmente) apenas 6 meses por ano. Muito bem, em setembro, voltaria pro Brasil depois que saísse do elBulli e começaria a trabalhar em cima do meu futuro restaurante. Pronto.

Acontece que como o elBulli vai fechar definitivamente, como restaurante, decidiram transformar a ultima temporada de 6 meses em um ano. Surpresinha do titio Adriá.  Agora, a minha “meia temporada de 3 meses” virou “meia temporada de 6 meses”! Nesse momento minha volta está adiada para dezembro de 2010.

“Mas, se eu fico até 20 de dezembro trabalhando, poderia ficar um pouco mais e passar o Reveillon na Europa, com direito a Natal branco e tudo. Ó que chique! Tah valendo. Me planejo, direitinho passo a virada em outro continente e em janeiro mesmo estou em casa. Gostei.”

Foi aí que me toquei que voltando pro Brasil e dando início aos planos do restaurante, meu tempo ficaria muito limitado nas proximas X decadas. E estar na Europa é uma otima oportunidade para viajar, conhecer lugares, culturas, comidas… E eu, no meu espirito aventureiro de uma mistura de Indiana Jones com Anthony Bourdain, decidi aproveitar e ficar viajando e trabalhando pela Zuropa por mais 3 meses! (Y) Ok, Brasil me espere que em abril eu estou aí.

“Perae! De janeiro a abril é inverno europeu. Vou fazer o que nas praias gregas no inverno? Ou ir pra Suécia pra congelar a menos 20ºC?! … Certo, arranjo um trabalho fixo até maio, junto uma grana e viajo no verão. Ibiza que se prepare! hahua” Fechado. Agora eu volto pro Brasil em setembro de 2011! Definitivo! … por enquanto…

Enfim, durante esse tempo, desde janeiro do ano passado até hoje, vi e vivi muita coisa. Tirei de cada dia, hora ou minuto o melhor que pude. Cruzei varias fronteiras, tanto politicas quanto mentais. Trabalhei em lugares incriveis e especialissimos, entre eles Arzak (es), elBulli (es), De Kromme Watergang (nl), Het Gebaar (be), Le Manoir aux Quat’Saison (gb). Bolei planos, enfrentei desafios e criei varios outros para enfrentar, fiz amigos, uns que pretendo manter por muitos anos. Comi maravilhosamente bem e também desastrosamente mal.
Por vezes desapontei a mim mesmo e meus colegas, errei muito. Apanhei bastante, e literalmente também, com queimaduras, cortes e luxações. Mas com certeza isso me serviu para crescer e aprender o que jamais poderia ter aprendido sem essas decepções. Aqui nada nunca foi fácil
Senti a falta que faz minha familia, meus amigos, minha terra, minha cadela gentil, meu estilo de vida… Sacrifícios que o sucesso cobra. Sucesso…

Deadmau5 & Kaskade – I Remember

No final das contas, acredito que estou no caminho certo. 22 anos e sempre contei com o apoio da minha familia, amigos e superiores. É daí que tiro forças para continuar, para vencer as batalhas de cada dia e levantar mesmo depois de ferido. Eles me lembram da diferença que quero ser e da diferença que quero fazer, do que eu quero me tornar. Me lembram dos valores e amores que defendo. Me fazem crer que eu nasci para fazer a diferença, para ser grande. Coisa que eu mesmo tento acreditar todos os dias, e coisa que todos deveriam tentar acreditar sempre! Afinal, todos dependemos de motivações, e o que alcançamos depende de quão forte é a nossa motivação.

Ps: Pretendo dedicar pelo menos um post no futuro para cada restaurante citado acima.
Ps2: A musica, que me causa arrepio quando escuto, me motivava quando precisava de uma força a mais. Em qualquer momento. “It’s not were you’re from. It’s where you’re going!”
Pra quem quiser: Deadmau5 & Kaskade – I Remember _ Free download. Versão original.

Tags:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *